Cole o Código do Banner

6 de abr de 2008

Acordar Juntinhos



Menina linda,
nessas noites de recordar,
senti em mim, um breve
sorriso maroto,
lembrando de como,
ao abrires teus olhos,
sentias teu corpo quente,
em que provavas de estar
sendo minha...

Ri de nossos momentos,
de nossas manhãs.
Sofri com a saudade.
Quase senti teu calor.
Vivi e viverei você, ou
apenas...

Cedinho, ainda quase no amanhecer,
em momentos, no tempo entre sonhar
e acordar,
sentias o calor de minha língua
a provar-te molhada,
com jeitinho e com vontade
te fazer sussurrar, de te atordoar.

Com essa minha louca vontade,
que teimo em ter,
de te acariciar.

Sei que nestas horas sonhavas.
Eu conseguia ouvir teu respirar,
que entre suave e apressado,
murmurava, gemia coisas sem nexo,
na hora exata em que com minha boca
te provava o sexo.

É com essa louca vontade,
que teimo em ter,
de te dar bom dia.

Você que ainda em sono leve,
eu erguia tuas pernas
e as provava, lambendo-as fundo,
no meu pouso, no meu ponto
de amor roubado.

É essa louca vontade,
que teimo em ter,
de te excitar.

E sei que viajavas,
que gostavas de teus sonhos,
que em delírios de puro surrealismo,
nunca querias acordar.

Num instante, teu sexo desaguava,
encharcando meus lábios com teu liquido
doce, de gosto manhã e só teu.

Pronto, em um estremecer dengoso
despertavas, provando eu te amar,
com paixão e silencio.

_ Fazer o que, minha menina?

Era apenas esse desvairado
desejo, que teimava em ter,
de te acordar fazendo teu
sorriso brotar de prazer e
escutar tua voz me dizendo
baixinho...

"Agora vamos acordar,
outra vez, juntinhos".



Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

4 comentários:

R.Cássia disse...

Como é gostoso acordar sentindo o cheiro, o gosto e o toque do amor... Bjks!

AMELIA disse...

Que desperatar gostoso!
Beijos

Nanci Cerqueira disse...

Poeta teu recordar é fantástico... teus sentimentos são grandiosos, tuas emoções estão latentes, tua saudade te faz feliz... revira o mundo, arquiva o passado, esquece os “sis”, chega perto, faz brilhar os olhos desta menina, fala das tuas lembranças, do teu amor, seqüestra ela da vida de hoje, abraça, aconchega sem cobrança deste hiato do destino, te faz feliz poeta! Tudo que sentes é AMOR!!!

Menina linda,
nessas noites de recordar,
senti em mim, um breve
sorriso maroto,
lembrando de como,
ao abrires teus olhos,
sentias teu corpo quente,
em que provavas de estar
sendo minha...

Ri de nossos momentos,
de nossas manhãs.
Sofri com a saudade.
Quase senti teu calor.
Vivi e viverei você, ou
apenas...

Parabéns menino pelos sentimentos fortes e belos!

Quero sempre te ver feliz! Acredite! Kkkk

Te beijo com admiração

Sonhadora disse...

Amor meu que não me sabes
te amo tanto e já nem cabes
dentro em mim

assim,

faço-te poemas
como rosas sem espinhos
que espalho pelo caminho...

Muitos beijos meu amado.