Cole o Código do Banner

6 de set de 2011

Doença de caráter...


Tens que sorrir num tremendo esforço buscando perdida
um olhar, um favor, um sim...

Enganas permanentemente tua própria consciência.
Teus velhos defeitos passam a virtudes no dia a dia do engano.
Passas a amar tudo o que odeias e

... "vive" ...?

A circunstância te faz esquecer o que juraste.
Ri, por vezes, mesmo que não percebas o motivo,
apenas na conveniência.
Defende teorias que desconheces para aplacarem tua carência.
Repetes o teu sim na real vontade de gritar não.

Mostras amores, perdão e sentimentos que não estão dentro de ti.
Por vezes, alcanças vitórias colorindo teu dia momentaneamente.
Caminhas, balanças teu jeito, tuas atitudes ao sabor do vento.
Lágrimas escorrem em tua face por futuro que jamais iras provar.

No convívio...

Sugeres ouvir a música que sabe que não gostas.
Interpreta a melodia das verdades em várias mentiras.
No teu pensar, quando falas, não é seguido de tuas palavras.
Humildade, apenas para alimentar o teu egoísmo.

Mascara amor que não sentes e finge ignorar o que vai em teu coração.
Abaixa a cabeça, dizendo respeitar as regras em teoria não na prática.
Vives a vomitar elogios ao que é repugnante a ti.
Dizes que não vais cometer mais os mesmos erros
e deles fazes tua filosofia e caminho de vida.

...
Creative Commons License Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Nenhum comentário: