Cole o Código do Banner

22 de out de 2011

Oi mulher...



Como aprecio esse teu forte jeito de
ser franca e sincera.
Essa luz que tens em tua personalidade,
esse bendito compromisso com a verdade.

Por vezes, esse teu não dizer faz meu coração
tranquilo, muito mais do que muitas outras
palavras vãs e em vão,
seguidas de sorrisos cínicos...

Sabemos, que eu tão pouco necessito
dizer-te muitas coisas.
Nossos corações convivem numa áurea superior,
além do corriqueiro.
O nosso verdadeiro silêncio em plena
harmonia de bem-querer,
mostra-nos esse nosso jeito e amar-bem...

Calamos e temos razão para isso.

Se falássemos coisas apenas para o agrado,
com certeza, não acreditaríamos.

Mas nesse teu calar eu creio.
Com crês nesse meu, vez ou outra, viajar em saudades.

Como tolo que sou,
refugo, mas insisto muito mais em te
fazer minha mulher,
te amando e vivendo contigo cada dia mais,
como cúmplice e totalmente indispensável...


Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.



Um comentário:

Renata (tua ) disse...

Meu amor lindo.
Terça estaremos longe do mundo, realizando todos os nossos sonhos.

Te amo.

Mais beijos.