Cole o Código do Banner

7 de fev de 2007

Maravilhosos Momentos


Abafar teu choro
com boca ávida de desejo.
Sentir o bater do teu coração.
Colar teu corpo no meu.
Provar dos MARAVILHOSOS MOMENTOS
de tuas excitações.

Teu corpo forte,
treme sob blusinha negra.
Teus seios, que seios,
querem rasgar teu pudor.
Teu ventre vibra em volúpia,
em cadência perfeita.
Tua expressão mostra a fome,
as necessidades da tua carne.

As curvas perfeitas de teus lábios,
são como convite a um banquete raro.
Teu jeito, teu desejo,
são como momentos velados.
Teu segredo torna-se vivo,
ardente, revelado.

Esse desejo de ser colhida,
pertencida, mulher.
Teus abraços a outro corpo,
faziam morada.
Agora teus sentidos foram libertados
de sua carência.
Como fêmea, queres ser possuída,
serás consumida.

Vejo como é belo teu suspiro,
como é verdadeiro e forte,
teu êxtase.
Sentir o Tudo necessário,
provar do amor com violência indomada.

Teus olhos são como mensageiros do prazer.
Queres estar nos picos dos orgasmos.
Sentes teu corpo desfalecer em arrepios.
És mulher, desejada e satisfeita.

Segues a amar teu novo prazer.
Vives cada momento desse nosso encontro.
Por isso, deixa o estigma do desprendimento
te atingir.
Sente teu ser pertencido.

Agora, inicio da manhã,
és a mulher saciada
da tua fome normal e desejada.

Vive teu prazer como o maior dos prazeres
e agora que fostes minha,
vive o teu amor...

Creative Commons License
Esta obra está licenciada por

Licença
Creative Commons
.

3 comentários:

Elâine disse...

Lindo momento de razer, êxtase e entrega.
Palavras acariciadas como corpos amados. Perfeitamente sedutora.
Muito linda essa sua poesia-declaração poeta. Adorei a poesia!

Amélia disse...

Linda poesia!
Nada melhor do que ser pertencida, e sentir o prazer do amor!
Feliz da mulher que pertenceu desta maneira, nos braços de um homem apaixonado!
Beijos

Cynthia disse...

Gostoso demais isso Rilton.
Quantas lembranças, quantos bons momentos.
Que saudade!

Um milhão de beijos.