Cole o Código do Banner

27 de fev de 2007

Pitada de amor...


Na hora da lua, sonhei você.
Na hora do sol, provei você.
No beijo, senti teu gosto.
Em teu corpo,
perdi meu rumo.


Você, estrela,
cor em céu escuro.
Você raio quente em luz forte,
com tua lágrima mata
minha sede
no amor.

Sinto o arrepiar de teus pelos,
na trilha,
no caminho de minhas mãos.

Te enroscas em si mesma,
vive o calor dos meus carinhos.

Minha testa pulsa,
meu corpo necessita.
Puxa teu coração,
absorve tua paixão.

Tua boca busca meu hálito,
sorve minha seiva,
saboreia meus desejos e
se entrega em banquete desejada.

Descansas agora absorta,
teu olhar mostra sorrindo
teu sono, minha satisfação.

Já em noite alta,
te busco, puxo,
te arrebato como que querendo
aproveitar de ti até em sonho.

Te viras,
me brindas com teu melhor sorriso,
segura minha mão,
leva suave para teu vértice
e pede baixinho.

_ Sonha comigo amor!

Creative Commons License
Esta obra está licenciada por

Licença
Creative Commons
.

3 comentários:

Elâine disse...

Um sonho de poesia!
Eroticamente elegante e apaixonante.
Linda demais. Parabéns!

Amelia disse...

Lindo poema, lindos sonhos, e eles nos sustentam.
Que mulher não sonharia com um homem falando isto especialmente para ela?
Beijos poeta

nanci cerqueira disse...

Poeta, falar das tuas poesias nos faz exercitar o amor no coração, os anseios da alma, nos faz acreditar em momentos sublimes, momentos que podemos velar o sono com a satisfação plena do amor proporcionado, de ser feliz em ver a felicidade do outro no descanso merecido, e pedir que o tempo pare, pra que o sonho não acabe.

Na hora da lua, sonhei você.
Na hora do sol, provei você.
No beijo, senti teu gosto.
Em teu corpo,
perdi meu rumo.

Muito linda... poeta, um cheiro.