Cole o Código do Banner

24 de mar de 2007

Estado de saudade...


Está difícil demais.
Dias de muitas viagens,
muitas recordações,
lágrimas secas de monte,
fazem arder meus olhos,
por você.

O que posso fazer com essa falta?
Como acabar com essa saudade?

Hei saudade, dá um tempo.
Ta demais, você vivendo
aqui comigo.
Chega da tua presença.

Basta um som,
um cheiro, algum lugar,
um aceno, palavras,
silêncios pesados.
Um simples toque,
um roçar de lábios,
algumas marcas e dores,
inúmeras recordações
e estou com você.

Chega de tentar adivinhar,
imaginar como estará você.
Sentir tua ausência
é dor profunda,
é dor de alma.

Saber que não participo
de tuas lembranças,
é faca no peito, perfurando
minha esperança,
desavisada dessa falta de amor.

Quero esquecer você.
Preciso não pensar você.

Mas o destino não colabora.
A cada dia, surge algo novo,
algum sonho não realizado,
que lembra nós dois.

Preciso do esquecimento.
Quero liberdade de coração.

Mas como fazer,
se és parte vital
de sua existência?

Deixaste marcas
em todo meu corpo,
nos pensamentos,
atitudes e verdades.

Mesmo de longe,
cuido de você,
protejo teu coração,
como se ainda dono fosse.

Não estou mais com você.
Mas tens meus sonhos todos,
um a um dos meus dias,
uma a uma de minhas horas.

Não, de novo não.

Podíamos fazer uma trégua,
eu e você.
O que acha saudade?

Um tempo de paz,
para reparar sentimentos,
para servir ilusões,
dando tempo pro coração,
bater ritmado outra vez.

Bem,
até que hoje esta melhor,
nem pensei muito em você.
Só te visitei em sonho,
mas foi rápido, sem dor.

Que bom que estou quase curado.
Pensar você, quase nada,
agora apenas escrevo,
pois sei, que curtir saudade,
é coisa de apaixonado,
o que definitivamente,
nem passa por meu coração.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada por

Licença
Creative Commons
.

3 comentários:

dryka disse...

Bom dia poeta lindo!!!
"Estado de saudade"...acredito q seja um dos piores e melhores estados.
Vc me encanta!!!!
bjos e mais bjos
muitos bjos...

AMELIA disse...

Saudade, sempre teremos das pessoas que por nós passaram, e deixaram algumas marcas, principalmente as boas.
Mas saudade de uma paixão as vezes é mais dolorida, mais presente...
Este poema está lindo, relatando todo o amor e paixão que ainda existe em seu coração!!
Lindo, lindo, lindo poeta!!!
Beijos

nanci cerqueira disse...

Poeta, a saudade é coisa boa, é o que ta mais próximo ao amor, mesmo machucando nos faz sentir vivos, é melhor uma grande saudade do que não sentir nada por ninguém, ter o coração vazio, frio, petrificado, passei um logo período sem emoções, e sentir que não é bom, hoje amo e sinto o que tua poesia transmite, as vezes a saudade nos sufoca, nos desconcentra nos tira o apetite, nada presta, mas agente sabe o que é, a danada da saudade. Só sentimos saudade do que gostamos, a saudade nos faz ter certezas dos nossos sentimento, a saudade nos impulsiona a acreditar no amanhã, nos horizontes dos nossos corações. Muitas vezes é melhor estarmos sozinhos nos braços da saudade que no meio de uma multidão. Lindo este poema!!! É tudo que sinto.

Basta um som,
um cheiro, algum lugar,
um aceno, palavras,
silêncios pesados.
Um simples toque,
um roçar de lábios,
algumas marcas e dores,
inúmeras recordações
e estou com você.

Tudo faz lembra quando se vive uma grande paixão, quando se ama. Beijo menino bom!