Cole o Código do Banner

8 de mai de 2007

Apenas teu desejo...


Espera e
vai tirando a roupa.

Tira mais...

Aquela que ninguém vê
e te desnuda.
Seja apenas teu desejo

Nada mais,
apenas mulher.

Nada mais,
apenas viva.

E nada mais...
Nada mais...

Apenas minha,
outro dia
e nada mais,
além de você.



Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

4 comentários:

Elâine disse...

Nada mais...
Nada mais que sedução,
desejo, arrepio do toque e paixão.
Nada mais que o prazer de ser mulher e perder-se de desejo.
Nada mais que perfeição. Amei.

Rita disse...

Algumas expressões do nú realmente quase ninguem vê...Desnudar-se ou se deixar desnudar é privilégio de poucos...Gostei da sensualidade incutida. Bjks

nanci cerqueira disse...

Poeta, sabes o que sentimos, as vezes é difícil ser só nossos desejos!!! Teu conselho é lindo... temos que realmente ser desnuda e sentir que, quem agente ama está debaixo da nossa pele, que faz parte da pele e para ele tirar a roupa que ninguém vê!!! Lindo este poema!!!


E nada mais...
Nada mais...

Apenas minha,
outro dia
e nada mais,
além de você.


Ser e ser nada mais... sentir e sentir nada mais... crer e crer nada mais...
Parabéns menino!!! Te beijo

Amélia disse...

Desnudar a alma é mais difícil que se despir!
Lindo poeta!!!
Beijossssssss