Cole o Código do Banner

11 de set de 2007

Pra Você ... Um Poeminha De Amor


Eu vim dos teus sonhos...

E...

Claro que não sabias o meu nome.
Nem que em teus sonhos,
fui teu príncipe encantado,
cavaleiro de uma trupe famosa,
tocador de sax em uma Blues Band,
antigo revolucionário utópico.

Fui também todos os homens de tua vida,
todos que tu amaste...

É ...
e assim, de mãos dadas,
voávamos sobre oceanos,
rios, lagos, estradas e florestas
ao som dos acordes do meu Sax.

Bebemos raios de luar e sorrindo,
respirávamos os perfumes das chuvas
colhidos em ilhas encantadas.

Nos teus sonhos, Pequenina...

Meus olhos entenderam quais teus desejos.
Meu sorriso apaziguou teus medos.
Meus pés nus cercaram e conduziram
nossos passos.

Choravas, murmuravas palavras de angústia
e eu te oferecia poeminhas de paixão,
que serenavam tua busca, tua alma,
tua vida.

Mas quando tua pele, suave e viva
incendiava-se, eu te acolhia,
nas ondulações do meu corpo,
e éramos aurora e noite
em maravilhosos afazeres de
nossos corpos... rs.

Claro que sabias meu jeito,
meu cheiro...
mas não lembravas do meu nome...

Não esquece que eu desvendava as verdades,
não reveladas, que refletidas em teus olhos,
que em noites de lua feliz,
são como espelhos mostrando teu coração.

Eu sentia até a corrente,
o pulso do teu corpo.
Sabia de tuas fugas, que em fogo,
vivias danças ao redor das rodas
dos desejos, das fogueiras de nossas
entregas.

Sabia até dos chás mágicos
que cheios de crendices nesse amor,
servias aos baldes, depois dos
últimos suspiros.

Sabia de ti, das minhas e de tuas vontades...

Mas, que pena menina,
só quisestes saber de mim,
no momento em que cheguei de vez
ao teu lado e te disse,
sem cerimônia, o meu nome...


_ Oi amor, eu sou o...


Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

6 comentários:

Amelia disse...

Oi amor eu sou....o homem que domina seus sonhos.

Lina poesia, uma realidade sonhada, vivida...

Parabéns!

El�ine disse...

Mais uma vez me perco nas ondula�es que seus versos me conduzem � vc.
Mais uma vez, abranda a saudade com palavras doces e incendeia com versos sensuais.
Voc� �...? Ton que clareia a manh�Ton das batidas do cora�o nas notas que saem do sax. Linda mesmo. Apaixonante.

R.Cássia disse...

Prícipe dos Encantamentos e seu cúmplice, o Sax... Mágico, magistral. Bjks

Eliz@ C@ncio disse...

Sou suspeita para qualquer comentário,amo tudo que escreves,vc sabe...
Mas discordo de vc quando diz:"Fui também todos os homens de tua vida,
todos que tu amaste".Não creio,te acho único,diferente de qualquer homem comum,pq o seu diferencial está no gostar e amar o SER Mulher de cada uma de nós!
Feliz de quem tem a oportunidade de encontrar nos caminhos desta vida um cara como vc...que conhece uma mulher como poucos e traduz em poemas o que carrega na alma.
Passei com sds do que é teu!

JEANINE disse...

Oi amor, eu sou...
ESPERE....ESCUTE.....OUÇA MINHA PELE..MEU CHEIRO....
mas amor..eu sou...
NÃO QUERO UM NOME....OUÇA MINHA PELE...MEUS SENTIMENTOS..E ME CONTE COMO VAI VOCE..DO QUE GOSTAS...OQ UE QUER...
NÃO QUERO NOMES..NÃO ME INTERESSO POR RÓTULOS....AS DIFERENÇAS HEI DE SENTIR..MAS ATÉ AGORA NÃO AS VEJO..

Lindo poema....Rilton..
De uma beleza que me adormeçe, que me leva...que me deixa sem sabar para onde irá me levar...

nanci cerqueira disse...

Poeta, kkk é uma verdade, você estava nos meus sonhos, sem nome, sem rosto, sem um uma marca pra te identificar, eu tinha que viver muito, aprender, sofrer e crescer pra te encontrar... coisas da vida, sem explicação. Sempre foi meu príncipe encantado, querido, amado pela minha alma, sempre tive a certeza de um dia encontrar, nos meus sonhos nunca via o rosto do homem no altar a minha espera, mesmo estando com a pessoa que amei, não fui pra o altar, vivi muitos anos, com muito respeito como se estivesse ido, mas não fui, respeitei sem saber por que os meus sonhos! Kkkk Teu poema é simplesmente fantástico! Roubas de mim, minha historia kkkk.

Eu vim dos teus sonhos...

E...

Claro que não sabias o meu nome.
Nem que em teus sonhos,
fui teu príncipe encantado,
cavaleiro de uma trupe famosa,
tocador de sax em uma Blues Band,
antigo revolucionário utópico.

Fui também todos os homens de tua vida,
todos que tu amaste...

É ...
e assim, de mãos dadas,
voávamos sobre oceanos,
rios, lagos, estradas e florestas
ao som dos acordes do meu Sax.

Passei a sonhar depois do ciclo fechado, voltei a ser menina, me dei o direito dos sonhos de antes, de voar pro ilhas encantadas, de verdades serem ouvidas, sentidas, de pensamentos parecidos, sentimentos resgatados e valorizados, alma dançando de alegria... Sonhos bons... Fantásticos!!! Me faz viver com os olhos brilhando e sorriso no rosto!!! Você é lindo poeta! Te beijo como no meu sonho!!! kkk