Cole o Código do Banner

16 de dez de 2007

Coração em Canção...



Muitas coisas por aqui.
Livros, retratos, papéis
e um pedaço de coração
cheio de lembranças.

Na realidade apenas quatro paredes
que vez ou outra,
rebelan-se revelando alguns
dos meus dias vividos e sonhados.

Muitas testemunhas para algumas paixões.
Alguns presentes em momentos de lágrimas.
Poucas presenças na delicadeza do amor

Tempos de amor,
são como perolas raras.
São mágicos momentos lembrados
vividos com a intensidade do
gosto, do tato, do cheiro real.

Suspiros de finais maravilhosos.
Palavrinhas ditas em intimo sussurro,
nos lençóis transpirados de vontades,
amores eternamente inacabados.

Não há de se esquecer
da tua face gotejada de secas lágrimas,
em teus momentos de solidão,
em que egoístas,
esquecemos do amor.

Hoje ainda posso ouvir o eco
de alguns egos por aqui deixados,
em declarações de amor momentâneas
após os prazeres.

São apenas quatro paredes,
que mesmo pouco visitadas
semeiam recordações,
algumas de muita dor...



***
_Pena menina que não é um poema de acordes perfeitos e lindos,
como as lembranças boas que nós temos....


Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

5 comentários:

Peggy disse...

Você como sempre me emocionando.
Como eu te percebo...
Gostei do poema, embora triste.

Porque não apareces...
Lembranças podem ser revividas a dois, sabias?
Foi bom falar contigo.
Foi maravilhoso lembrar de como eu ficava em nossos sussurros.

Beijinhos.

AMELIA disse...

Lembranças, só as guardamos quando muito significam para nós! Boas ou não estarão sempre dentro de nosso coração e refletem nossa alma.
Lindo poema!

Bruna disse...

Meu poeta,que delícia ler isto
...

Estou saboreando cada pedacinho das suas palavras . Um beijo de morango com cobertura de creme de leite para você !

R.Cássia disse...

Nossas lembranças sempre têm seu cantinho reservado e nem sempre imexível... Volta e meia estamos lá! Gostei do desabafo. Bjks

nanci cerqueira disse...

Poeta, ontem eu estava sentindo esta frase... A fotografia é o presente de um passado! É uma verdade, todos nós temos uma história, acho bonito tuas recordações, significam que marcaram mais pela beleza que pelas tristezas, quando o sentimento de momentos belos permanece, tem que ser recordados com carinho, mas quando não, nem as fotos devem ser revistas, não devemos queimá-las, mas devemos guardar, bem guardadas de forma que até esquecemos onde colocamos!. O bom é ter belas lembranças, teu coração é cheio de lembranças lindas! Parabéns poeta Rilton! kkk


Muitas coisas por aqui.
Livros, retratos, papéis
e um pedaço de coração
cheio de lembranças.

Na realidade apenas quatro paredes
que vez ou outra,
rebelan-se revelando alguns
dos meus dias vividos e sonhados.


Te beijo com admiração!