Cole o Código do Banner

28 de fev de 2008

VONTADE DE NÓS DOIS...!


Ao cair da noite,
em meu peito,
como em vales abissais,
chegas mansamente,
como lua em quarto minguante,
na vergonha de tua beleza,
arrasando sem pensar,
meu dilacerado corpo,
que do fim da espera,
se faz novo, vivo em você.

Meu rosto busca uma lágrima
em teus olhos,
sinal de arrependimento,
por me fazer tanto penar
sem ter você.

Uma penumbra, tênue esperança do
ficar eternamente em você.
Na luz do teu olhar a cobiçar
meus jeitos e maneiras de
te amar.

O jeito que colho teus suspiros.
O toque certo, no momento exato.
O lamber divino que te arrepia.
O desfalecer suado em teu corpo.

Que amante maravilhoso seria,
se tudo que faço,
não tenha justamente
vindo de você, em você.

Mas me perco ainda,
senhora dos meus desejos,
quando teu sorriso malicioso
me chama de amor e começas
a te roçar em delírios de
mais prazer, de muito mais amor.

Por isso quando do raiar do dia
nos brinda com cantos no radio relógio,
acordo antes de você,
apenas para admirar teu leve sorriso,
que sei de cor o por que.

Sonhas meu sonho
e no final,
acordamos com vontade,
outra vez de nós dois.


Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

3 comentários:

R.Cássia disse...

Tão profundo quanto seus vales abissais... Deliciosa manifestação entrincheirada de desejos e carinho... Bjks!

R.Cássia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nanci Cerqueira disse...

Poeta, vivemos hoje muitas novidades dos dias modernos, mas estas mudanças não podem atingir nossos corações, não podemos deixá-los de sentir como sentíamos quando meninos, com pureza e certezas dos nossos sentimentos... do amor que surge como o raiar de um lindo dia, nos dando alegrias. Hoje temos vantagens, a rapidez das palavras ditas, dos sentimentos sentidos, da visão que nos dá emoção, chegamos até a sentir o cheiro de quem amamos, sentimos o sorriso dado e o porquê! Kkk Passamos a conhecer através dos gestos e palavras repetidas os sentimentos, as vontades, as emoções e desejos! Teu poema saído dos vales da tua alma demonstra esta conexão maravilhosa que sinto! Parabéns menino!!! Maravilhoso!


Ao cair da noite,
em meu peito,
como em vales abissais,
chegas mansamente,
como lua em quarto minguante,
na vergonha de tua beleza,
arrasando sem pensar,
meu dilacerado corpo,
que do fim da espera,
se faz novo, vivo em você.

Uma penumbra, tênue esperança do
ficar eternamente em você.

Sonhas meu sonho
e no final,
acordamos com vontade,
outra vez de nós dois.

Sonhar você, faz o dia brilhar e a vontade perdurar! O amor não tem explicação... só definição... simplesmente AMOR! kkk

Você é simplesmente FANTÁSTICO!!!

Te beijo meu amor!