Cole o Código do Banner

4 de mai de 2008

Um sonho de AMOR...



Sentir você...

É voltar ao tempo e me ver sonhando...
É lembrar o vazio que sempre senti...
É reviver a viagem de navio que sempre
sonhei com detalhes...

Entro neste mundo desconhecido e pequeno
tendo no coração como entusiasmo a esperança
de encontrar Você, não sei seu rosto...
Mas sentirei sua energia!

Estou só... não sei quanto tempo permanecerei
nesta viagem... seguirei meu coração...
Converso com poucas pessoas, troco idéias rápidas,
não quero pertencer a nenhum grupo, quero a liberdade
de chegar e sair... Quero me sentir!

Dias passam...

Chego ao cassino... com um simples vestido vermelho,
não me importa os olhares, quero vibrar com dois pares...
sei que talvez um straight, nunca um Royal Flush,
não tenho sorte em jogo...
mas apostarei todas as fichas nesta rodada,
deixarei minha presença marcada...

Nada me amedronta, sei manter a distância...
Sigo de encontro às estrelas, deixo a escuridão me
abraçar, sento na direção do nada... fico a pensar...
Sentindo uma calmaria, sentindo o balanço do mar...
Sinto meu coração pulsar... sinto o amor que quero te dar!
Sinto você chegar...

-Boa noite!
_Boa noite... sem olhar!
-Posso me sentar?
Viro-me impulsionada pela voz forte, delicada, cortês,
que invadiu meus sentidos desvirginado o contemplar
daquela madrugada do meu sentir...
_Sim... sim...
-Está sozinha?
_Agora não... kkkk

Com meu sorriso tento disfarçar minha timidez,
por me sentir vulnerável a beleza daquele homem,
sua voz soou como uma canção na minha alma...
Eu não poderia demonstrar que o meu objetivo ali,
Era encontrá-lo... ele me acharia uma louca!

Mas louca sou... tenho no coração este grande Amor!


Seguimos como o navio... a conversar...
Logo vejo um sorriso brotar, Ele e Eu, começamos a
nos identificar... o cheiro do mar, a beleza do céu, as
estrelas a nos contemplar... as coisas simples da vida,
gosta de juntar letras e eu de admirar, gosta de falar
do Amor e eu de Amar, sonhador com um mundo
melhor e eu sonhadora sou, gosta de voar e eu de
contemplar, gosta de ser senhor e eu de dar uma flor...
gosta da alegria e eu sou uma folia...
procuramos a lua, já descontraídos,
ela de longe está a nos observar...
Rimos juntos com aquela visão...
Sorrisos com emoção!

Varamos a madrugada sem perceber...
O tempo passou muito rápido, o brilho
do dia surgiu delicadamente, nos olhamos
contentes... certos que já nos conhecíamos
há muito tempo mesmo sem sabermos os nossos
nomes... sentimos no olhar que nos encontramos
pra nos da à certeza do Amar...

Delicadamente pega minha mão, me levanta, me
dá um abraço, ouvimos nossos corações... pulsaram
com amplitude, ecoando por todos os mares...
Nossos lábios se uniram num beijo esperado...
Um gosto gostoso, um cheiro cheiroso...
Uma junção sem vácuo... um sugar da Vida!
A ventania virou calmaria nas nossas almas...

-Vamos nos encontrar?
_Vamos...

Como dois meninos felizes, corremos os caminhos,
brincando com cumplicidade sem importar com a nossa idade!
Naquele mundo pequeno, o nosso menor... seria o Maior!

Fechamos a porta... com as vontades e desejos contidos...
Nos desabrochamos a cada instante, na sutileza de cada toque,
na sensibilidade de cada gesto, na plenitude de cada sensação,
soltamos as rédeas dos corações, rimos com sorrisos amplos,
choramos com lágrimas brotadas das nossas nascentes...
Unificamos os nossos corpos...
Com a realidade dos nossos sonhos!

Passeamos pelo universo na calda de cometas...
Chegamos perto do sol, nossos corpos em labaredas...
Perdemos a respiração sem diminuir a pulsação...
Nos transformamos em um Só coração!
Fluímos águas da Vida!

O Amor se realizou!

Nos encontramos... acoplamos!

Silenciamos... com ternura!

Esta viagem não tem dia pra retornar!

Vamos viajar... viajar... viajar...


Autoria:

Uma GRANDE MULHER de nome Nanci Cerqueira

4 comentários:

Nanci Cerqueira disse...

Poeta, Rilton... meu menino

Quando menina, bem menina nos momentos só meus, eu desenhava sem muita habilidade figuras de gibi, Pato Donald e sua turma, depois com uma agulha e um giz que minhas professoras me davam escondidos, eu esculpia caras em miniatura, levava horas, sempre gostei de pintura, escultura, música, dança... mas nunca tive habilidades, resolvi fazer fotografia, fiz um curso profissional, andava com uma maquina na mão, flagrando pessoas e a natureza, foi um período bom, mas deixei de lado, não deixei de gostar, eu queria transportar para alguma coisa os meus sentimentos, o que eu via e sentia do mundo em minha volta, não as coisas ruins que são mostradas a toda hora por muitos, eu queria mostrar a beleza da vida, a alegria do povo, as cores fortes da natureza, algo que desenvolvesse os sentimentos nobres que temos no coração!
Quando te conheci, cresceu um sentimento muito forte dentro de mim, uma vontade de falar do meu amor por você, da paixão, dos sonhos sonhados! Nunca tinha escrito nada que tivesse coragem de dar a alguém pra ler! Sempre achei bonito se colocar no papel o que se sente, mas eu tinha que aprender como estou aprendendo a cada dia, lendo você, tenho aprendido muito, sentindo tuas emoções em cada poema, comecei sem perceber a sentir que eu poderia dizer o que sinto através das letras juntas, que bastava deixar o coração aberto e soltar as emoções, assim os sentimentos fluem com simplicidade! Eles bordam uma folha em branco como os arco-íris bordam o céu, dando cores múltiplas à vida! O que escrevo é fruto do que aprendi com você, é fruto dos meus sentimentos por Você!

Ter meus escritos publicados no teu blog é para mim um grande presente, é uma alegria gigantesca, é sentir que serei eternizada nestas pequenas palavras que passaram a morar junto a você, perto do teu coração! Você me emocionou muito com teu carinho!

Obrigado Poeta, obrigado RILTON, obrigado meu menino bonito!

Vou te AMAR sempre! Vives no meu coração!

Te beijo emocionada e feliz

eLIZ@ disse...

LINDA NANCI...Ser humano fantástico,vc me deixa orgulhosa do SER HUMANO e faz acreditar que nem tudo está perdido.Sabe da minha admiração por vc,que sempre me tratou com um carinho incondicional e são dessas raras pessoas que sabem ver além das aparêncioas,dos pré-julgamentos tão habituais em minha vida tanto na real como até mesmo aqui no virtual,mas vc sente além...É ser maior! Que agora encontra as palavras para nos brindar com toda tua beleza interior.Elegante,sincera,única...Teus textos refinam e melhoram a cada dia,fruto do teu amor lindo e único que sentes.
Este texto é belíssimo de uma riqueza interior,de uma espera por um amor...Me emocionei!tu comosabes sou uma leitora assídua dos bons textos e vc neste SE SUPEROU!
Parabenizo vc e o poeta dono do blog pela sensibilidade em compartilar esse texto conosco.
Bjos amiga na tua alma!

R.Cássia disse...

Interessante...
Comecei lendo o texto pensando que fosse do poeta, mas, ao mergulhar nas letras sentí uma sensação de que este, continha algo de uma amiga muito querida, alguém que eu conhecia... Engraçado! Parecia ser dela... Era dela! Que magnífica descoberta! Exatamente! Suas poesias, seus contos, seus textos, enfim, o que você escreve já tem a sua personalidade. Você, Nanci, consegue passar a magia que existe dentro do seu coração, o amor maior contido nele, a poesia bela, extremosa e delicada que traz na alma. Toda essa riqueza inerente ao ser humano que és, já podemos reconhecer nas suas letras. Parabéns minha amiga querida! Parabéns a NOSSA AMIGA ESCRITORA NANCI!
Bjks mil!!!

JEANINE disse...

Nanci!!!
Também como a Rita...começei a ler..e vi as palavras dele ali....mas diferente dela..e pelo pouco convívio com tuas palavras...eu continuei a pensar que o poema era dele...
Não me surpreende..palavras tão intensas e tão reais..que tu aqui colocastes...tu és UMA GRANDE MULHER!
PARABÉNS!