Cole o Código do Banner

25 de out de 2008

Quem pensas que ÉS...?



Há há há há há há !.!.!
Estou com pena de ti, matadora de caminhos.
Te vejo ao longe e não sinto à saudade.
Lembro de teu calor e continuo frio
diante de tua ameaça.

Chegaste com banca de destino traçado.
Te vais com jeito de menina rejeitada...

Não imaginavas que tenho muito amor comigo.
Que a minha volta reina a esperança de corações
briosos, corajosos, amantes.

Chegastes com muita dor e momentos de desespero.
Te vais triste, espantada por sorrisos de vitória.

Quem pensas que és?
Sei que como dona de uma parte da certeza,
és destino.
Só esqueces que a força de cada um,
também é posseira de boa parte
de nosso caminho.

Quer saber...?
Nem vou te dar muita bola não.
Teu time perdeu no campeonato da vida.
Foi rebaixado para a divisão dos fracos.

E tem mais uma coisinha...

_ Não posso adiar para outro tempo,
essa minha caminhada de vida.
_ Nem meus amores de amor de verdade.
_ Muito menos, meus berros pela liberdade,
que sempre usei para ter o direito supremo
da libertação de minhas vontades.

Valeu pela força... Corações.



Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

4 comentários:

Debora disse...

VIVA!!!!! A Vida!! A VC Amado!!!
E tds que te Amam !!!

R.Cássia disse...

Nossa! Que bronca heim! rsrs
Um desabafo intenso, de quem ama e espera talvez... Respeito.
Mil Bjks!

Tania Medeiros disse...

Rilton

Sempre cheio de grandes verdades!!!
Nestas tuas palavras, vc escreveu uma verdade que é MUITO FORTE:

>>>>>>"Só esqueces que a força de cada um, também é posseira de boa parte de nosso caminho."<<<<<<<

Não canso de ressaltar e reverenciar esta tua grande SENSIBILIDADE, és grande meu poeta.
TE ADMIRO PACA CARA!!!!!!

Amu tu meninu linduuu!

nanci cerqueira disse...

Poeta, este teu poema, eu li e sentir como se uma oração fosse, uma oração diferente, como sempre rezo, sem normas, sem regras ecumênicas, só com palavras saída das profundezas da tua alma, de coração aberto e vitorioso, sentindo o amor em tua volta, a força da tua determinação, a coragem de prosseguir tua jornada... Bonito, bonito teu poema, me emocionou muito, sentir e rir um riso de grande alegria!!! Parabéns meu poeta!!! Parabéns!!!


Chegaste com banca de destino traçado.
Te vais com jeito de menina rejeitada...

Não imaginavas que tenho muito amor comigo.
Que a minha volta reina a esperança de corações
briosos, corajosos, amantes.

Chegastes com muita dor e momentos de desespero.
Te vais triste, espantada por sorrisos de vitória.

Quem pensas que és?
...

Nascestes há dez mil anos atrás, vistes tudo, sentistes tudo, sabes tudo...

Vive tudo menino... com muito amor!!!

Este poema me fez muito feliz!!!

Te beijo com admiração... muita admiração! kkkk