Cole o Código do Banner

18 de nov de 2008

Conversa de Corações...



Final de tarde...
O dia morre.
O sol, no seu despedir,
faz as vidraças dos prédios infinitos,
transmitirem uma cor de paixão.

Um vermelho fogo,
uma vontade danada de ter,
de explodir esse encanto presente,
que de teu corpo,
do teu jeito,
do teu cheiro,
me faz reviver.

O vento sopra sorrateiro por entre
espaços vagos de nossos dias
de entrega e ardor.
Vazando feliz por janelas abertas,
com ganas de liberdade.

Gostas das vontades.
Sentes os arrepios.
Vives em atenção.
Queres o depois.

Que bom que ainda podes querer,
viver com o prazer de outros corpos.
Que ruim, que não estou a teu lado,
te provando com presentes e sentires
inusitados.

Pensa bem!!!

Como seria bom a chegada,
o aceite, uma declaração,
apenas com o bater do som ritmado
de nossos corações,
trocando rosas,
fazendo planos,
vivenciando essa paixão.

Palavras, letras que se unem em poder,
ter e fazer o que os homens sonham...

Que vento úmido e fugaz as trazem assim,
escorrendo desejo, enviando mensagens,
querendo dengos, fazendo amor.
Só podem ser de um amor, uma paixão
pra você.

Ouço a vida que corre rápida e foge
insana de nosso caminho.
Nada pode deter o tempo que míngua
a maioria das querências.

Então menina-tempo,
menina-você,
faz do teu coração um valente,
segue a busca,
a luta
e ama,
ama a você,
ao sonho,
a vida.

Nem que seja nessas poucas palavras,
carregadas de letras,
com um leve sorrir e
uma lágrima perdida,
que rola nesse instante,
com saudade de você.



Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

4 comentários:

JEANINE disse...

Engana-te...

Estás aqui ao meu lado....
Nos meus sonhos....posso senti-lo..
Nos meus desejos...te imagino..

O viver com o prazer de outros corpos...é consequencia...não é querer.

Ainda espero o inusitado...e enquanto eu puder ver a cor de paixão sobre os vidros da janela..e sentir o cheiro das rosas...eu esperarei...mesmo que um dos sentidos me falhe pela pressa do tempo em chegar...

Rilton disse...

Jeanine, que bom que minhas palavras te ajudam a reafirmar que o inusitado é sempre aguardado, por todos nós.

Obrigado pelo carinho.


Te beijo.

nanci cerqueira disse...

Poeta, teu poema nos remete ao mudo imaginário, tem força todas as palavras por te pensadas, és um ser encantador com poderes não ainda pensados!!! Parabéns menino! Parabéns!!!


Um vermelho fogo,
uma vontade danada de ter,
de explodir esse encanto presente,
que de teu corpo,
do teu jeito,
do teu cheiro,
me faz reviver.
...
Pensa bem!!!

Como seria bom a chegada,
o aceite, uma declaração,
apenas com o bater do som ritmado
de nossos corações,
trocando rosas,
fazendo planos,
vivenciando essa paixão.
...

Que meu Deus te conserve sempre assim... encantador de Corações!!!

Te beijo menino

R.Cássia disse...

Muitas vezes é necessário lutar, seguir, sonhar e sentir que alguém torce por você, e que mesmo a distância te impulsiona a prosseguir...
Lindas palavras...
Bjks!