Cole o Código do Banner

26 de nov de 2009

Mariassssssss...




Ela chama-se Brigite e atende pelo documento
como Maria Aparecida.

Nas noites reclamadas por mulheres trabalhadoras,
ao regressarem a suas casas, com mil afazeres como destino,
lágrimas de sonhos perdidos, rolam sem força, por cima do ultimo prato,
no enxágüe final de mais um dia da vida.

É nessa hora que Brigite sai de casa,
para a caminhada que a espera.
Leva com ela os mesmos sonhos perdidos,
que dilaceram o peito sem suas virtudes.

Realista e sem pudor com o corretamente aceitável,
costuma dizer que:

...Sirvo-me dessa vida, a mim reservada,
como de mim, servem-se os homens que me alimentam...
... Aceito a vida que tenho, para dela servir-me como
saciadora da fome dos homens...
... Não tenho frescura e muito menos pudor.
... Sou o que sou e em qualquer esquina,
beco ou num velho botequim do seboso português,
torno-me naquilo que me transformei.
... Sorriso fácil, desregrada, abusiva, serviçal,
completamente desajustada da realidade da vida,
dessas mulheres guerreiras que saciam seus maridos, filhos e patrões,
mas domingo, na missa, juram de pés e mãos juntos que não se prostituem.

Valores Maria Aparecida os tinha todos...

Mas diz que os vendeu também,
em cada cama, carro, ou no apartamento velho do solteiro feio.

A vida é justa na sua constante injustiça.
Por isso, à noite, quando regressares a casa e os problemas se amontoarem
a sua frente...
Dê um basta corajoso e saí...
Vai em busca de tua perdição,
vende teu corpo na banca de tuas frustrações e passa a
conhecer a miséria da prostituição.

Ao clarear do dia, ao voltares carregada de medo e realidade,
beija teu marido, toma um banho e volta a ser apenas,
mais uma mulher guerreira, que luta apenas com tua vida
e que não a vende para vive-la....

De minha parte, conheço as duas...
Brigite já encontrei com grandes empresários, representando
a menina do interior desprotegida...

Maria Aparecida, é minha amiga e confidente,
pois entre um padre, um amigo, uma namorada de momento,
nada melhor que uma prostituta para ouvir e dividir perdas de sonhos.

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Um comentário:

Nanci Cerqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.