Cole o Código do Banner

3 de jun de 2010

Realidade...



Imperatriz do nome bonito...

Desculpe-me por não falar somente de rosas e presente-a-la mais, com meu amor.
Podes ter certeza e não nunca duvide do meu sangue.
Só penso você agora, aqui, nesse retalhado mundo do meu coração...

Vou te contar um segredo!!!

... Esperei por ti como o inverno pela primavera.
... Ansiei teu coração como o sangue pelo oxigênio puro dos amores.
... Galopei teu corpo como o louco busca a satisfação.
... Criei viagens como o pelegrino vive loucas aventuras em paixões.

Senti você viva dentro de meus destinos, e mesmo provando de outras letras, sempre te guardando a meu lado, constato que a coisa que mais alimenta corações é o viver cada momento, como nunca mais.

Posso confessar sem culpa, que antes, de outra vez nos amarmos com loucura, podia te fazer te viver,
como minha insanidade assim o queria.

Hoje, te sinto parte, presente, futuro, tudo que me embala...
Não apenas loucura, mas o real da cumplicidade do amor sem trocas ou subterfúgios.
Agora, minha mulher, sou teu, muito mais que possas imaginar.

O coração é bem claro...
Não és mais uma, és única e estou vivendo você.
De tudo o que te disse e passamos juntos, pensei ser você, minha ultima utopia.
Por isso feiticeira-menina do meu coração, se estou assim tão enganado leva ao menos minhas letras.

Assim,
leva-me contigo nesta viagem pelo desconhecido da felicidade.
Pois sinto que se isto não é amor eu estou solto, totalmente perdido no infinito de meus sentimentos.

Sonha comigo…
Acorda comigo...
Sinta o futuro...
deixa-te levar pelo meu infinito.



Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

2 comentários:

Catharina disse...

Meu lindo amor.

Beijo de paixão.

Nanci Cerqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.