Cole o Código do Banner

19 de fev de 2011

PECADORA DE MIM...



Tudo bem,
queres assim,
assim me terás...

Nem de longe sabes o que tenho ou imagino.
Se agindo assim mostra que não te importas,
pois assim entendo teu jeito e teus medos.
 

Mas menina, lembra-te que sempre soube o que queres e que por isso te quero minha,
justamente por me importar...

Outra noite te desejei por dentro,
desejo esse que me incomoda...
Não é apenas tesão ou sentido;

...De fora te quero nua,
de dentro te quero pecadora de mim...

Um dia cedo, agora ou quando
não mais aguentares minha ausência,
tua curiosidade do futuro se fará algoz de teu coração.
Não te esquecerás jamais que em ti latejo rijo,
e que teu sentir é único, forte...
É tenso, é gozo...

Nosso prazer não tem mascara...
O corpo que te faz prazer é explícito.
Onde tua carne treme...
Tuas sedentas partes umedecem...
Tua boca faz sangue em meu ombro...
Meu corpo cospe a vida em movimentos fortes,
devorando o pouco do que ainda te resta de força...

E já é dia e partimos um do outro...

Hora cedo, de um dia de remanso.
Tuas mensagens chegam sem parar.
O celular soa e em tua voz sinto
que tua vergonha te abandonou.

Chama-me de menino, de homem,
de teu macho, não vendo a hora certa
para outra viagem, para sentir sem dó nem
senso, meu sexo dentro do teu te castigar,
latejando de prazer e do infinito amor
onde te sinto pecadora e minha.


Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

2 comentários:

Anônimo disse...

...é todo esse sentir, é todo esse tesão, é toda essa vontade e é todo esse amor; para toda vida e mais dois anos...

Nanci Cerqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.