Cole o Código do Banner

30 de mar de 2011

HOJE...



Especialmente hoje,
não tomarei razão, mas levarei em conta
as certezas do teu coração.


Hoje e apenas hoje,
quero, nem sei se posso, mas vou
entendê-lo pelas batidas.


Sabes que preciso,
quero e necessito
ser levado pelo teu ritmo.


Como se não notasse,
envolver-me languidamente em tua música,
e com valentia, corajosamente,
aceitar a trilha que ele traçar...


Sem dar à mínima,
sem importar-me mesmo,
se pode ser algo fugaz ou algo passageiro
ou se teremos que vencer empecilhos
impostos pela vida, razão ou destino...


Algo vem do meu peito e diz
com a firmeza das certezas;
que é preciso nesse dia,
mesmo que só por intuição,
seguir, de olhos vendados pelo amor,
o que determina teu coração...

Sendo assim, depois dessa declaração de dependência...

Vivamos o amor.

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

3 comentários:

Joana disse...

Depois dessa declaração, não quero dizer dependência e sim de amor, só posso te dizer tb que te amo e q sou muito, mas muito mesmo realizada nos meu desejos e nas minhas vontades juntinho de ti...
por toda vida e mais dois anos!!!

R.Cássia Púlice disse...

Lindo!
Tem um quê, de não sei o quê, que quer dizer tudo e muito mais.
Parabéns pela intuição.
Bjks.

JEANINE disse...

HHHHUM POETA....
ESSA DECLARAÇÃO ESTA MORNA.....
SEM DESEJO...
SEM FOGO
SEM PAIXÃO....
DEPENDENCIA ASSIM JUDIA...
....
LIBERTA..EXPLODE...
SEI QUE PODES....

RSRSR