Cole o Código do Banner

7 de abr de 2011

SER FAKE ... INFELIZ ESCOLHA...



Um dia, te realizai em minha vida,
mas você só se fez fake e nisso se enganou demais...

Em teu jogo de omissão, trazes na manga
um Az, mas o teu rosto serve a muitos.

Teu jeito é coringa...

Vale sempre em qualquer momento,
usado em qualquer sentimento.

Olhas nos olhos e "sempre" dizendo
as verdades com o coração fake.
Criando uma verdade de cara limpa.

Vai lá!

Faz um fake e se emocione muito pouco.

Nessa tua máscara, como nesse fake,
você até consegue amar de menos ou
exageradamente, como na vida,
sabemos que um fake,
não se pode amar.

Construa no dia a dia teu fake para amar.
Com ele agrida a todos e tudo,
e em todos vomite tuas juras,
que por tua boca, tua verdadeira boca não pode falar,
sem angasgar e perder a rapidez de raciocino,
que aos fake é fundamental.

Tua única saída é a esperança de vencer
na alegoria do teatro, dos que te assistem de camarote
e com teu coração, montas estórias com
teus fakes escondidos.

No sexo ser fake fica mais difícil,
mas tentas viver o que apresentam,
uma fake voier,
uma fake a gozar.

Ser Fake?

Faz um e vai brincar com o desterro do teu coração.
Gostas das máscaras que sempre tomam vida e forma.
Não há como fugires do falso.

Enquanto achar que é mais fácil fingir,
por onde você for vai ter teu fake.
Na cola rasa de tuas omissões,
buscando, correndo sempre em teu encalço,
não te deixa ser o que sonhaste ou dizias vencedora
sozinha, para enganar-te.

Esqueces que a mesma mão que te afagou
será a que te fode sem dó.
Esperas que no prazer da impunidade.
Será em vida, um fake que tudo pode.

Será que não seria bom dizer apenas a verdade?

Ressalto...;

Estou sendo contra as pessoas que usam
de uma falsa alegria,
de um rosto falso para fazer o que bem querem.

Não condeno apenas,
aos que precisam usar circunstancias para não serem reconhecidos,
para evitar a real exposição ou por causa de algum outro fato,
a estes me apiedo...

São apenas fracos.

Segue menina, senhora de família,
sem chance de ser feliz.

Então joga fora esse teu ar de menina apaixonada e
banca de vez esse fake maior que tua consciência alimenta.

Quem sabe, posso ser...:

Apenas uma realidade, sem fakes ou caras e bocas sem paixão.

Cuidado
Sou espinho
O que queres, sei
e não digo, pois me sabe sabedor.

Teu sofrimento
nem aí...
Tua saudade como é covarde,
pode despertar maldade.

Posso sentar e esperar
e sorrir de tua aflição,
teu inverno, tua máscara cair.

Em qualquer tempo e por todo ele
posso comandar tua agonia
que de nada me vale.

Sabes que não mais me importa
essa tua emoção,
nem dó tenho.

Posso te passar a corda e deixá-la solta
para que a tomes confiante,
mas no final haverá um simples nó.

Onde podes te pendurar e
enforcar essa tua dor que perdura,
em tua irrealidade...

Lembra que por seres e alimentar esse fake
em teu coração,
posso ser quem afoga neste mar
vazio em que tentas sobreviver...

Ou sou a pedra,
que afunda tua mais nova vontade...

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

3 comentários:

Luana disse...

Só comigo que você é duro na queda...credo!

Tem muita perua se passando por canarinhas e você fica alimentando.

Deixa eu te alimentar com meu capricho, meu tesão, meu amor...kkkkkk

Um beijão.

Márcia disse...

Se existe alguém por trás desse "fake", tenho muita pena dessa infeliz pessoa...

Primeiro, porque despertou o ódio e o desprezo de alguém com o teu "poder de fogo"...rs

E, segundo, porque desperdiçou a chance de conviver com uma das pessoas mais lindas que já conheci: você...

JEANINE disse...

QUEM ÉS TU?
NÃO ME DIGAS QUE APENAS UM HOMEM COMUM....
VAMOS...
QUEM ÉS TU?