Cole o Código do Banner

22 de mai de 2007

SOIS NEGROS


Dois sois negros,
que o destino padrasto,
pensa em tirar a luz,
e cessar sua viagem.

Indefesos no universo dos perfeitos,
seguem ao meu lado confiantes e crédulos.
Meus dois futuros, que esse deus possa tirar
de tudo o que consegui,
mas que deixe minhas pequeninas
luzinhas negras em meu coração,
em meus sonhos.

Como dar-lhes vida,
usurpando a esperança.
No mínimo covardia.
No Maximo desventura.

Injustiça de uma vida justa.
Corre sangue alheio em suas veias,
mas corre o amor, meu amor, em
seus corações.

E quer saber do que mais,
se tenho força para acreditar,
nem toda a grandeza do universo,
será capaz de fechar os olhos,
e sussurrar um ultimo suspiro.

Quero-os bem e conseguir não é mistério.
Sem fé, cantoria ou reza,
conseguiremos com amor...




Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

4 comentários:

Elâine disse...

Uma prece desenhada em letras de amor. Magnifíca poesia! Amei!

Rita disse...

O amor é prece, e como prece tem o poder de ecoar o mais alto som...Bjks

Amélia disse...

Muito mais que um poema! Uma prece, uma devoção, um amor incondicional!!
Bjs

nanci cerqueira disse...

Poeta, a vida é um mistério... mas simples!!! kkk Passamos por determinados momentos que somos testados... Só os mais evoluídos passam. Ai descobre quanto amor existe dentro do coração, que seu coração é imenso, e que todos os compartimentos não estão cheios, restam lugares a serem preenchidos, e se doam, se doam com a alma, amando com força, com alegria, com a certeza do hoje e do amanhã!!! Este é teu coração Poeta!


Dois sois negros,
que o destino padrasto,
pensa em tirar a luz,
e cessar sua viagem.

Indefesos no universo dos perfeitos,
seguem ao meu lado confiantes e crédulos.
Meus dois futuros, que esse deus possa tirar
de tudo o que consegui,
mas que deixe minhas pequeninas
luzinhas negras em meu coração,
em meus sonhos.

O amor que sentes, é sublime, tem querer, determinação, transborda a confiança que eles necessitam, transformando-os em privilegiados. Tudo na vida tem um por que?
Este poema diz quem és Poeta!!! Parabéns menino. Um grande beijo na alma!