Cole o Código do Banner

17 de out de 2007

Uma noite curta demais...


Lá pelas tantas,
um sorriso invisível,
invadiu meu coração.

Em sua majestade plebéia,
a que realmente importa,
aparece em meus bites,
a baiana arretada de tudo.
Logo chegou a moça das leis.
Coladinho com ela doutora T,
chega esvoaçante com seus
desejos sentidos.

Vem também Lilli e Lalla,
falam daqui e de lá e Lilli,
se vai, sem mais blá, blá, blá...

Um vinho, dos mais finos,
rola solto entre risadas e
sorrisos de interrogação.

_ É isso mesmo...

_ Não acredito...

O tempo passa as perguntas
e poucas respostas cobrem a rede
de interrogações, as mais distantes
e diferenciadas.

Que coisa abençoada se viver mulheres
como essas.
Uma é totalmente arredia,
afeita aos grilhões "carinhosos"
de nós homens.
Outra uma luz que ilumina caminhos,
meus caminhos e sobrevôos.

Ah... Dona Doutora, mulher pra muitos talheres,
variável em suas buscas,
em seus anseios de mulher forte.

O relógio com seu tempo atrelado,
segue inexorável e ritmado, como
deveria ser e um pobre poeta,
salta de boca em boca,
de mão em mão, procurando
amparo ou simplesmente um bom coração...


E depois chegaram também...

Que nada...!

O resto é nosso e só nosso.
Quem manda não ter aparecido...



Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

3 comentários:

JEANINE disse...

AH..ESSAS MULHERES....QUE TANTO TE PERTUBAM O SONO..QUE TANTO TE ACOMPANHAM EM TUAS VIAGENS....
OUSO EM PENSAR QUE ÉS LOUCO E FERA DEMAIS PARA SER UM POETA...DEVERIAS SER A CAÇA..NÃO O CAÇADOR.
UM BEIJO..HOMEM.

nanci cerqueira disse...

Poeta, você é uma linda festa, os deuses te deram o poder de alegrar corações, fazendo graciosas brincadeiras, nos deixando soltas, meninas, imaginativas e sapecas kkkk, te colocando na berlinda, te fazendo sonhar com cada sentimento, cada desejo, dominas um arsenal de paixões! Fantástico teu poema! Descreves em poucas palavras a alegria que proporciona a todas nós! Te admiro muito!


Lá pelas tantas,
um sorriso invisível,
invadiu meu coração.

Em sua majestade plebéia,
a que realmente importa,
aparece em meus bites,
a baiana arretada de tudo.
Logo chegou a moça das leis.
Coladinho com ela doutora T,
chega esvoaçante com seus
desejos sentidos.

Estes momentos são grandiosos demais! Que se repitam sempre!

Te beijo menino dando! kkkk E viva a alegria!

R.Cássia disse...

Sinto não ter participado, infelizmente, perdi a festa (esta)... Não faltarão outras... Bjks