Cole o Código do Banner

9 de dez de 2007

Amo Você...


Tudo bem... existiam outras formas de se separar...
Alguns cacos de vidro teriam podido, talvez, nos ajudar
Neste silêncio amargo, eu decidi perdoar
Os erros que se pode cometer quando se ama demais

Tudo bem... a criança em mim te chamava frequentemente...
E quase como um pai, você me cercava, me protegia
Eu roubei de você este sangue que não devia ser compartilhado
E ao fim das palavras, dos sonhos, eu vou gritar

Eu te amo!
Como um tolo, como um soldado
Como uma estrela de cinema
Eu te amo... eu te amo..
Como um lobo, como um rei
Como um homem, que eu sou...
Veja só... eu te amo assim!

Tudo bem... eu confiei à você
todos os meus sorrisos e todos os meus segredos...
Mesmo aqueles que só um irmão é o guardião incofessável

E nesta casa de pedra, Satã nos olhava dançar
Eu queria tanto a guerra dos corpos que só se faziam a paz

Eu te amo!
Como um tolo, como um soldado
Como uma estrela de cinema
Eu te amo... eu te amo..
Como um lobo, como um rei
Como um homem, que sou...
Veja só... eu te amo assim!

Musica de Lara Fabien

Versão de Fernanda Rubi


Um comentário:

Nanci Cerqueira disse...

Poeta, eu te amo assim...


Eu te amo!
Como um tolo, como um soldado
Como uma estrela de cinema
Eu te amo... eu te amo..
Como um lobo, como um rei
Como um homem, que eu sou...
Veja só... eu te amo assim!


Beijo tua alma sempre!