Cole o Código do Banner

22 de jan de 2008

QUE NOME TERÁ UMA VIDA... ?


Uma névoa branca,
estranha convidada,
pairava irrequieta no ar,
nos pensamentos,
nas dores e esperanças,
que habitam esse lugar.

Foi pra lá, voltou pra cá
e pousou, sem mais,
aqui ao meu lado,
aqui em mim.
Sentindo o que fui e
o que poderia ser hoje.

E eu... ainda por aqui...



Estava logo aliiiiiiii.....,
tão longe,
olhando para vida
pensando nas vidas,
das vidas recebidas,
de quem troquei por
essa nova caminhada.

Não poderia saber
sequer que existiam,
se mais de uma recebíamos
ao abrir nossos primeiros olhos.

Pensava apenas nas vidas,
no sangue, suor e
poucas lágrimas.
Apenas nas vidas minhas
ocas, vazias, para que nessa
agora esteja cheia de "VIDA",
sem remorso, arrependimentos
ou certezas absolutas.

Que nome terá uma vida?

Terá ela, nossos sonhos,
gravados
no cartório dos destinos?

Ou apenas,
sem rumo e sem dono
pairam por ai,
como névoa branca a cercar
os descrentes da dor que é
querer e não poder viver.

Estranho argumento
esse do meu coração,
mas em meu pensamento,
soprou soberba essa névoa,
que brilhou no amor que tenho
e que nele, "ELA",
minha nova "VIDA",
foi voando, planou decidida,
para num gosto e gesto simples
pousar docemente sobre teu coração
Brasil e com ardente paixão,
em algum lugar te achar
e ter de vez teu amor,
minha eterna menina...


Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

4 comentários:

JEANINE disse...

"Ou apenas, sem rumo e sem dono pairam por ai, como névoa branca a cercar os descrentes da dor que é querer e não poder viver".

ASSIM COMO QUEM FICA A MERÇÊ DOS VENTOS DOS TEMPORAIS...COMO SAQUINHO DE PLÁSTICO....SUBINDO E DESCENDO.....
ASSIM VOU EU POR ESSA VIDA...VELHA VIDA....

POETA...

R.Cássia disse...

Um nome, pode ser muito singelo ou subjetivo para a importância do momento... Talvez a VIDA, vivida, sentida, desejada, tenha nesta hora um sabor especial, perfume inconfundível, e mostre-se de agora em diante como o mais sublime arco-íris de esperança, diante dessa nova janela que se escancara aos seus olhos... Mil Bjks!

nanci cerqueira disse...

Poeta, seria tão bom se chegássemos aqui, ao abrir nossos olhos, com nosso dossiê nas mãos, mas também não teria muita graça, não teríamos muito o que nos rebelar, não teríamos o que aprender e ensinar, não teríamos como exercitar nosso coração em amar! O presente que ganhamos sem invólucro, é justamente viver aqui, vidas, vidas e vidas! O nome? Acredito que seja... respirar, pensar, intuição, sonhar, enxergar, sentir, gritar, sorrir, desejar, lutar e Amar! A vida é a grandiosidade do universo... É o tudo! Pois o nada é quando ela deixa de existir! A vida é a integração dos pensamentos e dos sentimentos!


Estava logo aliiiiiiii.....,
tão longe,
olhando para vida
pensando nas vidas,
das vidas recebidas,
de quem troquei por
essa nova caminhada.

Não poderia saber
sequer que existiam,
se mais de uma recebíamos
ao abrir nossos primeiros olhos.

A VIDA, é o maior milagre do mundo! Para que Ela, a Vida, tenha eficácia, tem que está inspirada no AMOR, que nos leva a bem mais longe, a outro patamar, nos dando a capacidade de perceber o essencial em nos e nos outros, tens este potencial Poeta, que é tua inteligência e tuas VIDAS! Teu poema daria um belo tema para varias palestras! Parabéns! Te admiro cada instante! Kkk

Te beijo menino com tua Vida bonita!

AMELIA disse...

Esta é vida em sua plenitude de momentos agradáveis e outros nem tanto!!!
beijos