Cole o Código do Banner

18 de jun de 2010

Sozinho...



Já tenho o meu destino há muito desvendado.
hei de ser sempre só... já não sei querer bem...
- depois que me prendi no amor... fui desprezado,
e hoje quero ser livre e não amar ninguém...

Começo um novo mundo. É estranho o meu passado,
e sigo para frente, olhos fitos no além...
- Sem ter o que buscar, eu mesmo, desolado,
muita vez me pergunto: - a quem procuro? a quem?

Felizmente estou só... e ninguém me diz nada...
- há apenas uma luz na distância vazia
fugindo, e vai ficando mais vazia a estrada...

É tanta a solidão que ela mesma se assombra,
e enquanto se afasta a luz que ainda me guia
quer fugir de meus pés a minha própria sombra!

( Poema de JG de Araujo Jorge 1965 )

Apenas só, ponto !!!

Um comentário:

Tania Mdeiros disse...

Sozinho!!!!
Como é boa esta sensação!
Estamos sempre rodeados de pessoas, em nossa intimidade temos nossos familiares, em nossa maior intimidade temos nosos companheiros, namorados, maridos, esposas!
Quando ficar SÓ?

A solidão,
Me permite um encontro comigo mesmo.
Me permite lutar pelo ser melhor.
Me permite aperfeiçoar meu ser.
Me permite ser EU.
Me permite ter mais o outro verdadeiramente.
Me permite ser melhor companheiro.
Me permite amar incondicionalmente!
Me permite estar só, mas nunca ser esquecido!

VIVA A SOLIDÃO!

Te beijo menino que nunca será esquecido!
Te gosto de montão.
Beijo você!!!