Cole o Código do Banner

28 de jan de 2011

POR AMOR...



É difícil demais, mas...
Não há jeito.
É desumano demais com o coração


O uniforme branco é feio e limpo demais.
A cama grande, suspensa no suspense da data,
pintada e polida deve ser velha e testemunha.


O guarda-roupa, ou guarda ossos, deve ter sido
cheios de esperança e esvaziados com dor.


É impossível rabiscar umas letras,
criar um poema, nesse lugar de morte e vida...


Na cabeça cheia de tudo e de nada,
existem até idéias que poluem meu tempo,
sem tempo, nem corpo para realizá-las.


Há aquela idéia solta no olhar vago de toda manhã,
no enxergar a vida nos raios de sol,
quando a chuva vai embora.
Há sempre um olhar a cobrar-me solução.


Não sou um covarde ou se o fui, acovardei-me em reconhecer...


Faço agora uma força sobre-humana,
onde possa ver a beleza do meu país vivendo
dias de liberdade, com seu povo sofrendo da
dor natural dos que aqui povoam a vida.


É...
É impossível rabiscar umas letras,
criar um poema, nesse lugar de morte e vida...


Sempre defendi que para tudo existe um problema insolúvel
e uma razoável percentagem de se conseguir entender
a falta da solução.


Fazendo assim, essa relação do trágico com a amizade,
posso ate sentir a beleza do esforço que o dinheiro compra.
Ver a certeza das minhas - meninas distantes que não esquecem
meus rabiscos.


Por isso... SIM...
É possível escrever uma lembrança,
sem tédio ou cansaço.
Deixando de lado a falta de vontade,
ou a noite que se vai...


Então para terminar...


Meninas!!!


De cada linha que escrevo por vocês,


transborda


...aquela música que faz o coração sorrir.
...um ou outro alivio que as letras as fizeram sentir.
...aquele colo ou sentimento cúmplice em noites solitárias e sem alento.
...uma fatia do melhor bolo, comido na madrugada sem teor de alimento.


Daí...


...vai à confissão voluntária de minhas palavras,
mesmo aquelas que não souberam como chegar até o papel.


Um poeta, quem dera fosse um,
precisa de oração, de luta e de paz


Quanto mais penso
que posso ser um dos poetas
mais sou um poeta que não pensa
em poemas fazer...


Pois no fundo, bem no âmago da razão,
pra que ser poeta se tenho o amor de vocês...


É...


É possível sim, rabiscar umas letras,
criar um poema, nesse lugar de vida e razões...

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Nenhum comentário: