Cole o Código do Banner

26 de jun de 2011

Tuas...



Viviane menina da emoção,
enxergo, por vezes, com o pensamento opaco, louco, vivendo uma pele que grita, esperneia, lembra, sem deixar passar o tempo, os momentos...

É menina,
viver assim, nesse constante vai-e-vem, entre dor e prazer... marca.
Na velha cicatriz que tem, insiste e vive entre os pólos do esquecer e do curar, entre o sangue que tempera tuas cores nessa tela do mundo surreal...

O amor, sentimento teimoso de bom, esta sempre a cantar, e canta, retorna e grita.
Rebela-se em você mesma,
onde tentas curar as cadeias latentes das lembranças, ferros antigos que te prendem a um coração...

Menina do coração marcado,
estanca esse corte e grita ao mundo, mostra que ali esteve alguém e vive que o tempo cicatriza e torna cinza esse amor acabado...

Mas lembra como todo coração jamais esquece, pois cicatrizes que não conseguimos curar, são dores em que eternos reféns nos tornaram...

Como diz um rebelde poeta amigo... Sr. Sorriso
Se riscares uma árvore,
para sempre ali ficará marcado.
Mas essa cicatriz não fará a árvore morrer.
Igualmente com nossa vida e o coração.
Temos as marcas das cicatrizes,
que não chega a nos matar,
mas nos marca eternamente.

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Um comentário:

telma disse...

Muito bom.....